Made in ISIS

Bernardo Pires de Lima no DN

Não é terrorista quem quer, é terrorista quem sabe. Os ataques em Paris mostraram bem o ponto em que está o terrorismo made in ISIS. A coordenação não é uma novidade nestas ações macabras, mas sobe um degrau quando junta de rajada três metodologias complementares: bombistas suicidas num megaevento desportivo, tiroteio a sangue-frio num restaurante, massacre numa sala de espetáculos. Esta trilogia mostra o profissionalismo desta jihad coesa, compacta e sem margem para erros. Como não existe rigor sem preparação, sem tempo e sem dinheiro, tal só é possível pelo nível de liberdade com que a radicalização é feita, o treino ministrado e a doutrinação aplicada. Liberdade diretamente relacionada com os três círculos onde o ISIS hoje opera.

Artigo na integra: Jogos Sem Fronteiras – Made in ISIS – Bernardo Pires de Lima – DN

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s