Como é que alimentamos imbecis como Pedro Arroja?

“Muito provavelmente já tiveram a oportunidade de ouvir a porcaria que saiu da boca do anormal da foto, até porque hoje em dia, tudo que seja porcaria torna-se altamente viral e tão cedo não desaparece de foco. Pedro Arroja, diz-se professor, mas eu prefiro chama-lo de anormal. Não sei o que lhe passou pela cabeça, até porque nem sei como é que um anormal com este pensamento consegue viver durante tantos anos desta forma descansada, sem que um único dedo lhe tivesse sido apontado.”

“Não se trata de humor. Não se tratar de querer ser engraçado. Aqui só há uma conclusão a tirar: estamos perante um profundo doente mental com uma clara falta de atenção pública e mediática. Nunca ouvi tal coisa em televisão, nem tão pouco em directo, vindo de um suposto convidado para comentar política. Independentemente da posição ideológica ou do partido, o que está aqui em causa é uma profunda posição machista. Segundo dele, as meninas do Bloco de Esquerda do Parlamento são umas “esganiçadas”. “Aquelas esganiçadas sempre contra alguém ou contra alguma coisa”, “não queria nenhuma daquelas mulheres, nem dada”, “Não conseguiria com elas, com uma delas, com uma mulher assim, construir uma comunidade, uma família. Elas estão sempre contra alguém ou contra alguma coisa. E lá em casa só havia dois tipos de pessoas, ou os filhos, ou o marido”.”

Post na integra: Como é que alimentamos imbecis como Pedro Arroja? – Rabiscos de um Maldisposto

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s